Roma, Itália (Erasmus +) | Dia 2

Dia 2 (21 fevereiro ’16)

Levantámos-nos às 8 da manhã com o meu telemóvel a tocar o despertador, o qual eu tinha programado para tocar uma vez às 7:30 (não tocou) e outra às 8 da manhã. Despachámos-nos e fomos tomar o pequeno almoço que foi um copo de leite e um croissant com doce de pêssego. De seguida fomos apanhar o metro para o Vaticano. Apanhámos o metro, e numa das paragens deve de ter entrado um carteirista pois ouviu-se alguém a gritar “Watch your wallets!” (cuidado com as carteiras), com isso eu encostei-me a uma das paredes no metro e certifiquei-me de que seria impossível alguém me roubar alguma coisa (além de que tinha posto cadeados nos fechos da mala).

_DSC0014

Flores da árvore à frente da nossa casa

Quando saímos do metro estava muito sol e calor, e todos estávamos super encasacados pois pensávamos que iria estar frio.

_DSC0064

Um sinal a indicar o caminho para a Porta Santa

_DSC0066

Jardim do edifício que aparece no Assassin’s Creed

Íamos todos felizes e a cantarolar pelo caminho até ao Vaticano quando à entrada (ao lado do edifício que aparece no jogo Assassin’s Creed) estava um artista de rua a tocar guitarra e a cantar. O senhor era super animado e nós juntámos-nos a ele a cantarolar e a dançar, e no final pus umas moedas na caixa da guitarra.

_DSC0072

Uma ponte no Vaticano

_DSC0077

O artista de rua e alguns membros do nosso grupo a dançar e cantar

Continuámos a nossa caminhada até ao Vaticano onde iríamos ver o Papa e assistir à missa. Estivemos numa fila enorme para poder entrar na igreja e passar pela porta sagrada que só abre de 25 em 25 anos, porta esta que dizem que quando se passa por esta, todos os nossos pecados desaparecem. Para conseguir controlar a fila e a quantidade de pessoas dentro da igreja, só deixavam passar um X de pessoas, mas azar dos azares, esse X de pessoas cortou o nosso grupo ao meio. Então essa parte do grupo que tinha ficado do lado de fora começaram a gritar pelas professoras (que já estavam do lado de dentro) como um filho grita quando o separam da mãe, e com isso o guarda lá deixou passar o resto do grupo que faltava. Novamente passámos por uma máquina de controlo de metais para certificar se estava tudo bem, e finalmente conseguimos entrar na igreja. Mal entrei nesta deparei-me à minha direita com a obra Pietá de Miguel Ângelo, eu fiquei surpreendida pois estava à espera que esta fosse de maiores proporções.

_DSC0079

Chegáda ao Vaticano

_DSC0100

Uma das estátuas à entrada da igreja

_DSC0116

Pietá de Miguel Ângelo

_DSC0125

Teto da igreja

Quando saímos da igreja fomos para a praça e esperámos pelo Papa Francisco aparecer à janela para fazer um pequeno discurso depois da missa. Ao meio dia aparece ele à janela, toda a gente começou a gritar como se tivessem num concerto de música rock. Eu tentei tirar fotos, mas ele estava mesmo muito longe e parecia uma formiga nas fotografias. A meio do discurso, houve duas gaivotas que se empoleiraram na cabeça de uma estátua e começaram a gritar para o céu. Até parecia que se estavam a rir do discurso do Papa.

_DSC0153

Estátua à entrada da igreja

_DSC0169

O Papa Francisco a acenar

_DSC0187

Uma das fontes na praça

No fim, fomos todos para a Piazza de Spagna para almoçar e esperar até às duas e meia da tarde para ir numa visita guiada pela zona. Para chegar a esta, passámos pela rua mais rica da cidade, onde havia lojas como a Gucci, Dior, Prada, entre outras. Um dos casacos que estava na montra da loja Valentino, só custava 12.000€. Separámos-nos em dois grupos, um foi ao McDonalds, o outro (o meu grupo) foi à procura de um restaurante típico (massas ou pizzas) em conta. Acabámos por encontrar um restaurante que fazia um menu por 12€ que incluía bebida, brushetta, e uma pizza à nossa escolha. Eu escolhi uma pizza que tinha mozarella, queijo de búfalo e tomate cherrie como ingredientes. Era mesmo muito bom e valeu a pena.

_DSC0192

Carro típico de Roma

_DSC0203

O restaurante (foto: Milene Fialho)

Depois do almoço fomos nos encontrar com o outro grupo à espera da nossa guia. Primeiro ela mostrou-nos o “Ugly Boat” que é uma fonte na Piazza de Spagna em forma de barca, do qual podemos tirar água para bebermos, aliás, ela contou-nos que podemos tirar água para beber de qualquer fonte da cidade (incluindo a Fontana de Trevi). De seguida levou-nos a conhecer a casa de Bernini e da sua familia, e disse-nos que Bernini foi o artista mais rico de sempre. A paragem seguinte foi a Fontana di Trevi, não vale a pena falar novamente dela, pois já tínhamos ido no dia anterior. Aproveitei para tirar fotos novamente mas de dia e fui atirar duas moedas à fonte, uma para um desejo e outra para voltar a Roma.

_DSC0208

Prédio da Prada

_DSC0209

Piazza di Spagna

_DSC0213

“Ugly Boat”

_DSC0226

A casa de Bernini

_DSC0235

Fontana di Trevi

Ao longo do resto da visita, visitámos um dos shoopings mais antigos de Roma, dois obeliscos, e o Panteão. Para mim, o Panteão foi o auge da visita. Foi mesmo um sonho poder entrar e ver com os meus próprios olhos esta obra arquitetónica espetacular, e descobri que a parte mais alta da cúpula é feita de pedra pomos. No caminho para o Panteão passámos por dois artistas de rua que cantavam ópera, que vozes que eles tinham, não tinham microfone e ouvia-se super bem.

_DSC0273

O shopping

_DSC0284

Um dos obeliscos

_DSC0290

A melhor gelataria de Roma segundo a nossa guia

_DSC0296

Um dos cantores de ópera

_DSC0306

O teto do Panteão

_DSC0326

Panteão

Além dos monumentos, a nossa guia mostrou-nos a melhor gelataria de Roma para ela, e o melhor chocolate quente. Eu provei o chocolate quente e era tão bom, era muito grosso e um pouco amargo, mas era mesmo bom. O chocolate quente era mesmo chocolate quente (chocolate preto) e não leite com chocolate em pó e talvez seja por isso que a grande maioria não tenha gostado.

No fim da visita voltámos para casa de autocarro, e passámos por vários monumentos como o Coliseu, mas como o autocarro estava cheio de pessoas não deu para ver bem.

Chegámos a casa, e eu fui acabar de escrever para o quarto o texto de sábado. Fui jantar, e depois fui para a sala de estar tentar pôr o post no meu blog, mas não consegui pois estavam demasiadas pessoas a utilizar a net.

E por fim, fui dormir.

Enter a caption

Advertisements

One thought on “Roma, Itália (Erasmus +) | Dia 2

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s